Guia completo de Interlaken


Interlaken foi, definitivamente, o destino mais surpreendente em toda a viagem pela Suíça até o momento. A minha primeira impressão, quando eu cheguei na cidade, foi que reuniram toda a beleza da Suíça num único destino.

As ruas são bem planejadas, com a maioria das edificações para o comércio, restaurantes e hotéis. Imaginou a quantidade de pessoas que passam em Interlaken por ano?! Não é para menos, há atrações imperdíveis tanto na cidade quanto perto dela.



No guia completo de Interlaken, falarei da minha passagem por esse fabuloso cantinho da Suíça. Fiquei 3 noites na cidade e hoje, ficaria umas 5 sem pestanejar. A visita foi muito corrida, mas muito produtiva também. Tudo já estava bem planejado e só dependia vencer o cansaço para deixar as malas no hotel e já partir para a primeira atração.

Como chegar em Interlaken?

Eu estava em Berna e peguei um trem para Interlaken com o meu Swiss Travel Pass. A viagem durou por volta de 50 minutos e cheguei na cidade perto da hora do almoço.



ATENÇÃO: Interlaken possui duas estações de trem: Interlaken Ost e Interlaken West. Por isso, é muito IMPORTANTE que fique atento na hora de comprar o ticket de trem para a cidade ou pesquisar se o trem vai passar na estação mais próxima de seu hotel.

Sim, dá para andar de uma estação para a outra (21 minutos a pé ou 5 de ônibus ou taxi), mas confesso que fica cansativo quando se tem malas para empurrar. E não é todo trem que passa nas duas estações. 



Onde se hospedar?

Há uma infinidade de opções de hospedagem em Interlaken. Até o momento, fiquei hospedada próximo da estação de trem, mas em Interlaken foi diferente. As melhores hospedagens estão no centro da cidade entre uma estação e outra.

Dica: se fizer alguns passeios ao redor de Interlaken, tipo bate e volta, sugiro que se hospedam próximo da estação Interlaken Ost. Os trens saiem para as cidades de Wilderswill, Lauterbrunnen e Grindelwald pela Ost.

Dica 2: Vale a pena ir até o Interlaken Tourism para pegar folhetos e horários das atrações. Como o tempo sempre é curto, acaba sendo meio angustiante ficar parado esperando pela “Logística”. Então, se você já sair do hotel com os horários em mente, poderá otimizar melhor o tempo nas atrações.




O que fazer em Interlaken?

Há tantas atividades IMPERDÍVEIS que você fica meio perdido sem saber qual escolher. Infelizmente, não dá para fazer todas por questão de tempo e dinheiro. Todos sabem que a Suíça é um dos destinos mais caros atualmente, mas quem decide visitar esse lindo país, sabe que a viagem será um investimento cultural espetacular.

EM INTERLAKEN:

1- HARDER KULM: na minha opinião, imperdível. É o ponto mais alto da cidade, onde você pode obter uma vista completa da cidade encravada entre os lagos Brienz e Thun, com uma vista de 360 graus do vale.



Como chegar?

O Interlaken Harderbahn fica próximo da estação Interlaken Ost ou, em frente ao jardim inglês, mas do outro lado do rio Aar.





Você chega até o mirante através de um funicular, que possui vários horários de saída. 





Durante a subida, você escuta um áudio sobre a história do lugar que, pelo menos, tem umas 12 línguas diferentes. Acho que o HARDER KULM foi o lugar que mais se preocupou em atender um leque maior de nacionalidades oferecendo um áudio com tantas opções de línguas internacionais.



Parabéns pelo trabalho e dedicação em olhar para o próximo e despertar no visitante uma sensação de bem estar quando ouve alguma explicação da história local em sua língua.




Além do mirante, há também um restaurante com comida típica suíça. Nesse ponto, não só a comida, porque todos os garçons se vestem com roupas tradicionais suíças estilo camponês. Se tiver tempo, vale a pena sentar para tomar um drink, quando aprecia a vista.




2- ALPENWILDPARK INTERLAKEN: um mini zoológico. Eu sou contra a esse tipo de atração, porque mantém animais presos para entreter humanos. Mas como profissional de turismo, tenho a função de informar sobre as opções de entretenimento e vai do visitante escolher.



A entrada dele fica ao lado do Harderbahn, subindo o caminho do funicular por 5 minutos. Falaram-me que o lugar é pequeno, por isso uma visita rápida, de no máximo, 30 minutos.

Eu talvez subisse, não para ver os animais, mas para estar conectada com a natureza local. Faz parte de uma pequena trilha e para quem não tem muito tempo para se envolver em trilhas de um dia, essa não deixa de ser uma experiência de trilha local. Mas fiz o HARDER KULM no meu último dia de manhã e ao meio dia, já estava pegando o trem para o próximo destino.

3- JARDIM INGLÊS: ao descer do HARDER KULM, você já estará bem pertinho dele. Ele faz parte de um recuo entre a rua principal e o rio. No verão, há muitas flores, árvores e grama verde. Um ambiente bem agradável para sentar e escutar o movimento da água do rio Aar.





4- JARDIM JAPONÊS: ele é bem pequeno entre a rua principal e a catedral. Mas gracioso é muito bem cuidado.




5- CATEDRAL: tenho o hábito de entrar para agradecer pela vida, família, saúde e viagens. Mas, como fiz muitos passeios fora de Interlaken, sempre passava por ela correndo na ida, e já tarde na volta.



6- CASINO: há um CASINO na cidade para quem gosta desse tipo de jogo. Como não sou muito fã de jogos de azar, nem entrei. Prefiro gastar com viagens.



7- PARQUE HÖHEMATTE: ponto central da cidade. Praticamente entre as duas estações de trem, Interlaken West e Ost. Na parte central dele há um caminho, onde você pode atravessar a pé até o outro lado. 



No verão, os jardins são perfeitos! Uma foto no chafariz, pode pegar o JUNGFRAUJOCH como fundo.





As equipes de paragliding ficam concentradas no parque, pois usam como pista de descida.

8- PARAGLIDING: tenho muita vontade de fazer, mas ainda não foi dessa vez. Quem tiver tempo, aconselho que façam em Interlaken ou arredores. A região é belíssima, uma tela com montanhas, cidades e lagos. Imagina assistir isso tudo em um voo?! Deve ser demais!

Seguem alguns contatos para facilitar a busca de vocês:

www.skywings.ch +41 79 2668228




www.swiss-paragliding.ch +41 79 1046677




Beatenberg - Interlaken (1350m) CHF 180.
O transporte está incluso.
Melhor época: todo o ano, dependendo somente do tempo.

Schynige - Interlaken (1800m) CHF 260.
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: Maio - Novembro

Niederhorn - Interlaken (1950m) CHF 260
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: todo o ano, dependo somente do tempo.

Voos especiais:

First - Grindelwald (2150m) CHF 180
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: verão e inverno

Mürren - Stechelberg (1700m) CHF 180
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: somente no verão

Schiltgrat - Stechelberg (1950m) CHF 190
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: somente no inverno

Niesen - Spiez (2360m) CHF 300
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: somente no verão

Schilthorn - Stechelberg (3000m) CHF 360
O transporte NÃO está incluído.
Melhor época: somente no verão

9- PASSEIO DE BARCO: se ainda não fez um passeio de barco nos lagos suíços, eu recomendo que façam um em Interlaken. Como eu já tinha feito em Lucerna, então, já estava com a alma preenchida. NÃO saiam da Suíça sem passear de barco.. Kkk.. É outra experiência única de conexão direta com a natureza local.



Alguns lagos são muito extensos e você acaba presenciando mudanças na paisagem durante o passeio.

10- MUSEU BALLENBERG: para quem tiver curiosidade de visitar uma típica casa rural Suíça e as CAVERNAS de ST BEATUS, para desbravar um outro lado que poucos falam, dentro das montanhas.


FORA DE INTERLAKEN:


1- JUNGFRAUJOCH (Top of Europe): localizado a 3.454 metros acima do nível do mar. Esse passeio é um dos IMPERDÍVEIS da região. Ver e sentir aquele tapete branco de neve, em um dos pontos mais altos da Europa, é simplesmente emocionante.

Todas as informações sobre esse passeio estão no link: O que fazer e como chegar em JUNGFRAUJOCH?



2- SCHILTHORN: localizado a 2.970 metros do nível do mar. A famosa estação, onde foi gravado o filme 007 a Serviço Secreto de Sua Majestade.

Todas as informações estão no link: O que fazer e como chegar em SCHILTHORN?


3- GRINDELWALD FIRST: localizado a 2.168 metros acima do nível do mar. Um passeio de teleférico agradabilíssimo, onde você aprecia, além dos Alpes, a vida suíça dos campos ao som dos sinos das vacas.

Todas as informações estão no link: O que fazer e como chegar Grindelwald?




4- MONTE NIESEN: há os incansáveis 11.674 degraus para subir até o mirante.. Kkkk… Mas acredito que só quem está pagando promessa para enfrentar essa jornada. A melhor maneira de chegar até o topo é pegando o funicular em Mülenen.


foto Gogle
Ele é famoso pelo o seu formato de pirâmide e pode ser visto do Lago Thun


foto Google

5- MONTE STOCKHORN: para quem gosta de aventura, um prato cheio. Há opções de hiking e bungee jumping.


foto Google
O teleférico sai do vilarejo de Erlenbach, em Simmental e sobe em duas etapas. Na primeira estação, você pode caminhar ao redor do lago e a segunda, já é o cume da montanha, onde se tem uma vista inacreditável dos Alpes Berneses.


foto Google
Há diversas trilhas por lá, sendo que duas vão para pequenos lagos: o Oberstockensee e Hinterstockensee.


Oberstockensee Foto Google
Hinterstockensee Foto Google
O restaurante aceita reserva para café da manhã e almoço. Dependendo da época, ele lota rápido.

6- MONTE NIEDERHORN: para quem gosta de trilhas. O teleférico sai da estação de Beatenberg, então, pode pegar um barco até Beatenbucht e depois, pegar um funicular até Beatenberg.


Foto Google
Um dos restaurantes funciona na beira do lago Thun e outro, a 1950m acima do nível do mar, no cume do monte NIEDERHORN. Acredito que os dois ambientes são super agradáveis para almoço, com uma vista relaxante.

Durante o verão, é um local procurado pelas famílias suíças para hiking, biking and picnic.

7- MONTE BRIENZ ROTHORN: a estrada de ferro Brienz ROTHORN vive a pleno vapor desde 1892.

Você pode chegar ao topo através do trem a vapor ou trilhas. Acredito que a primeira opção seja bem mais agradável para quem quiser somente apreciar a vista sem muito esforço. Dizem que as trilhas são bem realizados por montanhistas experientes e caminhantes.


Foto Google
Sugiro que,  se resolverem subir pela trilha os 2.244m como um desafio de vida.. Kkk.. Procurem pessoas experientes e capacitadas para acompanhá-los. Além de usar roupas compatíveis à prova de variações de tempo e calçado apropriado.

Atenção: Quem pega a trilha também paga para subir.

A vista do topo inclui os Alpes da Suíça Central, como Pilatus, Rigi e Titlis (veja post sobre o que fazer em Lucerna), os picos dos Alpes Bernese, além do Mönch e Jungfrau.

8- SCHYNIGE PLATTE: um passeio para quem quer desacelerar o ritmo da viagem. Geralmente, isso acontece quando você já está no fim dela e se entrega as belas paisagens com corpo e alma, de forma descompromissada.

Foto Google
O trem parte da estação de Wilderswil, localizada a 5 minutos de carro ou 15 de trem de Interlaken, e atravessa o vale até SCHYNIGE PLATTE.





Como mencionei no início do post, é quase que impossível realizar todos os passeios em Interlaken e seus arredores. Tudo é TOP e precisaria de semanas para ver tudo de pertinho!! 

Mas fiz questão de escrever nesse post sobre outras opções, além dos que fui, para que vocês possam escolher os que mais lhe agradam. Os que eu escolhi, estão vinculados com as minhas fotos, e os outros, com fotos retiradas do Google.

A Tourism Interlaken é a referência de guia turístico da cidade e acredito que vocês possam descobrir várias formas de se divertirem em Interlaken com eles.

Qualquer dúvida de logística ou o que fazer na cidade, podem deixá-las nos comentários (no final do post), que eu responderei.

Espero que tenham gostado dessa visita linda e apaixonante a Interlaken e que possam realizar a sua em breve. Bjus

Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 




2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.







Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!